Menu

BIBLIOTECA NACIONAL

Home / projetos / Biblioteca Nacional

BIBLIOTECA NACIONAL

PRATICIDADE, ARTE, CONFORTO TÉRMICO E ACÚSTICO, INTEGRAÇÃO COM A ÁREA EXTERNA

O projeto do Anexo da Biblioteca Nacional, mediante suas exigências devido a sua grande complexidade, foi concebido baseado em três pontos fundamentais, sendo eles: funcionalidade, plasticidade projetual e sustentabilidade.

FUNCIONALIDADE

Foram distribuídos os setores conforme suas conexões exigidas no programa de necessidades. Para tanto usamos dos próprios blocos para arranjo dos departamentos afins. Bloco Central, foi projetado um mezanino que acolheu os CPTs e no térreo parte da Área Pública que exige máxima vigilância e segurança. Bloco Norte abrigou a Diretoria e Presidência Bloco Leste parte da Área Pública. Foram designadas para esta edificação, as áreas com as quais a segurança não exige prioridade extrema, tais como restaurante, bar, auditório salas múltiplos fins, livraria, exposições. O bloco fica isolado dos demais. O Bloco Oeste recebeu o Setor de Trabalho e Serviço.

PLASTICIDADE PROJETUAL

O projeto se embasa na interpretação de uma estante. Através de um estudo, fomos descontruindo uma prateleira com livros da sua forma original até alcançarmos uma plasticidade elegante que se adequa perfeitamente ao complexo programa e principalmente em relação a insolação.

SUSTENTABILIDADE

Foram projetados reservatórios de reuso de água, captação de água pluvial, placas solares, vidros insulados, vidro inteligente, temporizadores de torneira, mecanismo dual flux, sensores de presença para iluminação, sensores de luz natural. Os vidros inteligentes serão utilizados para as cabines de leitura e salas de reunião.

O projeto procurou respeitar o entorno, principalmente no que diz respeito a nova praça que surgirá ao lado do Bloco Leste. Com abertura em ambos os lados da edificação não só favorece o rossio mas como aumenta o espaço público.